Log In | Contacte-nos | Seleccionar Documentos (0 itens)
Navegar por: Colecções Conteúdos Digitais Assuntos Produtores Classificação

Sousa, Amílcar de (1876-1940) | Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA

Nome: Sousa, Amílcar de (1876-1940)
Nome Completo: Amílcar Augusto Queirós de Sousa


Nota Biográfica:

Amílcar Augusto Queirós de Sousa (1876-1940) foi um médico e autor Português. Amílcar de Sousa foi autor de diversos livros sobre saúde, sendo o mais conhecido O Naturismo, publicado em 1912. Nasceu em Cheires, Alijó, em 1876, e formou-se em Medicina na Universidade de Coimbra, em 1905, indo depois a Paris estudar doenças de nutrição. Foi um pioneiro do vegetarianismo em Portugal e o primeiro presidente da Sociedade Vegetariana desse país, a Sociedade Vegetariana de Portugal, fundada no Porto em 1911, e director de O Vegetariano, uma revista mensal sobre vegetarianismo. Correspondeu-se com personalidades importantes da ciência e da medicina, como por exemplo o naturalista alemão Ernst Haeckel , o médico estadunidense John Harvey Kellogg , e o médico francês Paul Carton.

Traduziu e prefaciou o livro Vivamos de Frutos de Viaud-Bruant. Para além de diversos livros sobre saúde, alimentação natural, vegetarianismo e naturismo, estreou-se na literatura com uma novela, intitulada Redenção (1923; reeditada em 2011), onde os seus ideais de vida em contacto com a natureza estão bem presentes. Nas crónicas que escreveu no mensário O Vegetariano não se debruçou apenas na área médica, mas também moral e social, escrevendo diversas criticas à guerra (a propósito da Primeira Guerra Mundial que se desenrolava na época). Desenvolveu algumas doutrinas de higiene e moral. Considerava Pitágoras o maior filosofo de todos os tempos , e via Jean-Jacques Rousseau como o melhor educador, uma vez que, no Emílio, ele valorizou a educação das crianças em contacto com a natureza . Foi um tremendo adepto do pedestrianismo. Uma vez foi de Lisboa a Sines, quase o caminho todo a pé, e muitas vezes descalço. Maria Feio (1870-1939) escreveu sobre ele: “Dispõe de uma resistência hercúlea. Caminha dezenas de quilómetros a pé sem a menor fadiga.” Faleceu em 1940, no Porto.

Nota do Autor: wikipedia






Page Generated in: 0.097 seconds (using 104 queries).
Using 8907976B of memory. (Peak of 9031744B.)

Powered by Archon Version 3.12
Copyright ©2010 The University of Illinois at Urbana-Champaign