Log In | Contacte-nos | Seleccionar Documentos (0 itens)
Navegar por: Colecções Conteúdos Digitais Assuntos Produtores Classificação

António Soares (1909-1955) | Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA

Nome: António Soares (1909-1955)


Nota Biográfica: Natural do Porto onde nasceu em 1909, morreu no ano de 1955. Só tardiamente resolveu filiar-se no sindicato da sua classe mas a sua entrada foi para valer. Nessa oportunidade os trabalhadores em calçado viviam em desarmonia interna e António Soares entrou com Júlio de Campos para tomar a direcção do Sindicato, visando oferecer-lhe novos rumos e preservar os haveres da entidade. O sindicato estava ameaçado de ser dissolvido e tornava-se necessário resguardar os seus pertences. Reúnem-se alguns elementos para decidir os rumos a tomar ante a ditadura. Mas a polícia age rapidamente e prende Júlio de Campos e só decorridas várias semanas e após reporem os haveres do Sindicato na sua sede, à guarda do Sindicato dos Chapeleiros, são libertados. Preso novamente, António Soares e seus companheiros, torturado, a sua família apavorada, resolveu queimar a bandeira do sindicato ainda em seu poder. Mas esse não foi o único "auto de fé". Aquelas bandeiras que não foram queimadas pelas famílias dos presos, a PIDE encarregou-se de fazê-lo.
Fontes: E. Rodrigues (1982). A oposição Libertária em Portugal. 1939-1974. Lisboa. Sementeira.
Nota do Autor: E. Rodrigues (1982).




Page Generated in: 0.095 seconds (using 104 queries).
Using 8731680B of memory. (Peak of 8854272B.)

Powered by Archon Version 3.12
Copyright ©2010 The University of Illinois at Urbana-Champaign