Log In | Contacte-nos | Seleccionar Documentos (0 itens)
Navegar por: Colecções Conteúdos Digitais Assuntos Produtores Classificação

António Inácio Martins (1901-1965) | Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA

Nome: António Inácio Martins (1901-1965)


Nota Biográfica: Militante anarquista do Porto. Foi perseguido, preso e torturado, na sede da Polícia Política em 1927, pelo tenente Morais Sarmento. Em seguida, deportado no mesmo ano, como cadastrado, juntamente com o velho Bernardino dos Santos e outros, para trabalhar como forçado nos caminhos de Ferro de Além-Malange. Partiram do Tejo, em Setembro de 1927, a bordo do vapor "Zaire" que levou também Arnaldo Simões Januário, Álvaro da Costa Ramos, bastantes republicanos, presos cadastrados e mulheres cadastradas e condenadas. Francisco Quintal foi para Chibia, Lubango, Sá da Bandeira. Tempos depois os presos de Sá da Bandeira receberam carta pedindo ajuda de António Inácio Martins, queixando-se dos maus tratos sofridos. E resolveram elaborar um manifesto batido à máquina, denunciando as barbaridades cometidas em Malange, fazendo chegar uma cópia às mãos do Governador da Província, e este mandou fazer um inquérito concluindo pela demissão do Tenente e do Sargento carrascos e a redistribuição dos presos por outros pontos da província de Angola. Muito mais tarde conseguiu provar que não era um vadio, mas um trabalhador honesto, honrado, um homem de bem, um anarquista.
Fontes: E. Rodrigues (1982). A oposição Libertária em Portugal. 1939-1974. Lisboa. Sementeira.
Nota do Autor: E. Rodrigues (1982)




Page Generated in: 0.095 seconds (using 104 queries).
Using 8732952B of memory. (Peak of 8856152B.)

Powered by Archon Version 3.12
Copyright ©2010 The University of Illinois at Urbana-Champaign