Log In | Contacte-nos | Seleccionar Documentos (0 itens)
Navegar por: Colecções Conteúdos Digitais Assuntos Produtores Classificação

Sardinha, Miquelina Maria Possante (1902-1966) | Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA

Nome: Sardinha, Miquelina Maria Possante (1902-1966)
Nome Completo: Miquelina Maria Possante Sardinha


Nota Biográfica: Miquelina Maria Possante Sardinha, nasceu em Avis, no dia 11 de Novembro de.1902. Seu pai, Manuel dos Santos Sardinha, um modesto carpinteiro, vivia então espremido entre a pobreza, o trabalho e a violência do ditador João Franco, o precursor de Salazar. Os republicanos, socialistas e anarquistas, na vanguarda, protestavam e esses protestos chegavam à província desgastados pela distância mas ainda com vigor para tocar na mente deste operário carpinteiro. Contagiado com a evolução das ideias emancipadoras vai para a vila de Ponte de Sôr e toma contacto com o anarquismo, funda o Sindicato da Construção Civil num cómodo de sua casa e vai recebendo delegados e os jornais A Batalha, A Co¬muna e outras publicações que vende emfavor das ideias e da propaganda. Miquelina Sardinha, presente, participante nessa transformação do pai, passa a ser a secretária, a escrevente, a expositora e a porta-voz verbal das ideias anarco-sindicalistas. Evoluindo um pouco mais chega aos métodos de ensino da Escola Moderna, por influência da ilustre e libertária professora Vitória Pais de Andrade, e não tardou a ser professora do ensino livre, dando tudo de si aos alunos, crianças e adultos. E desde então fez do ensino a sua profissão, o seu campo de luta. Mais tarde, tornou-se companheira do jovem anarquista Francisco Quintal, constituíu família e sofreu perseguições e injustiças das autoridades. Em nome deste ideal maior, acabou sendo professora na Escola do Sindicato da Construção Civil, na Calçada do Combro, 38-A, Lisboa. Anticlerical, repudiou sempre a intromissão da Igreja em assuntos de família e de ensino e assim terminou os seus dias, a 27 de Outubro de 1966, sem se deixar vencer, mesmo na hora derradeira.
Fontes: E. Rodrigues (1982). A oposição Libertária em Portugal. 1939-1974. Lisboa. Sementeira.
Nota do Autor: E. Rodrigues (1982)




Page Generated in: 0.098 seconds (using 104 queries).
Using 8733440B of memory. (Peak of 8860128B.)

Powered by Archon Version 3.12
Copyright ©2010 The University of Illinois at Urbana-Champaign