Log In | Contacte-nos | Seleccionar Documentos (0 itens)
Navegar por: Colecções Conteúdos Digitais Assuntos Produtores Classificação

Fortes, Agostinho José (1869-1940) | Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA

Nome: Fortes, Agostinho José (1869-1940)
Nome Completo: Agostinho José fortes


Nota Biográfica:

Agostinho José Fortes, catedrático, nasceu em Mourão em 26 de Outubro de 1869, vindo a morrer em Lisboa no dia 10 de Março de 1940.

Formado em letras e muito versado em literatura grega, concorre em 1904 à cadeira de história antiga, medieval e moderna, ficando aprovado.

Em 1906 foi eleito, em congresso, membro substituto do directório do Partido Republicano Português, vindo a ser, após a proclamação da Republica, chefe de gabinete de Teófilo Braga.

Durante o ano de 1910 fundou o jornal A Reforma Social, que se pretendia ser porta-voz da corrente radical socialista.

Em 1911 substitui Consiglieri Pedroso, por falecimento deste, na regência da cadeira de História Geral, tendo passado para a Faculdade de Letras que secretariou durante muitos anos.

Foi vereador do Município do Lisboa na primeira vereação Republicana e Presidente da Junta Geral do Distrito de Lisboa.

Segundo a informação da época, foi Republicano convicto com acentuados princípios socialistas, filiando-se no Partido Socialista Português em 1919.

 

Apesar de ter sido jornalista, escritor, vereador, deputado e senador, na prática viveu sempre da sua actividade de professor, tendo leccionado em inúmeras escolas, e fundado a Escola Estefânia, em Arroios, da qual foi director e proprietário. Fundou também a Escola Agrícola da Paiã.

Profundamente ligado ao Alentejo e apaixonado pelo associativismo regionalista, foi fundador e destacado dirigente da Liga Alentejana e do Grémio Alentejano, mais tarde, e até hoje, Casa do Alentejo.

Na sua qualidade de jornalista e escritor, colaborou na História da Literatura Portuguesa e na História do Regime Republicano. Escreveu várias obras, entre as quais “O Homem Antes da Civilização”, “A Sociedade”, “O Homem Como Factor Social”, “Portugal Novo”, “História das Nações Europeias”, “Nótulas Acerca de um Falar da Margem Esquerda do Guadiana”, “Os últimos 100 Anos” e Alexandre Herculano. Escreveu também em muitos jornais e revistas, tendo em alguns deles o importante papel de fundador e/ou director, sendo a maioria destes periódicos com sede no Alentejo.

Quando morreu, tinha em preparação uma edição escolar, anotada, dos Lusíadas e uma História de Portugal.

Nota do Autor: http://www.prof2000.pt/users/avcultur/luisjordao/Agostinho%20Fortes.htm






Page Generated in: 0.096 seconds (using 99 queries).
Using 8866672B of memory. (Peak of 8998936B.)

Powered by Archon Version 3.12
Copyright ©2010 The University of Illinois at Urbana-Champaign